Última atualização: 19/08 | R$ 1,00 = R$ 1 | CAD 1,00 = R$ 3,185 | EUR 1,00 = R$ 4,687 | US$ 1,00 = R$ 4,224

Abreutur - Mediterrâneo

Mediterrâneo

O mar Mediterrâneo, um dos mares do Atlântico, testemunhou a evolução de várias civilizações. Em Espanha, as cidades se desenvolveram como resultado desta importante proximidade marítima.
Considera-se neste contexto turístico como "Mediterrâneo" as cidades cuja localização é próxima do "Mare Nostrum" da Roma Antiga.
As cidades selecionadas distinguem-se pela sua rica história, seus monumentos, seus costumes, sua gastronomia e também por combinarem tudo isso com incríveis configurações naturais.
Com vista para o mar, Valência é uma cidade que combina perfeitamente o tradicional e o moderno.
Múrcia é uma inconfundível cidade do sul, cheia de história, tradições e patrimônio monumental, do qual se destaca a Catedral, seu monumento mais emblemático.
Mediterrânea, milenar, púnica, romana, militar e modernista, Cartagena se destaca, além de seus vestígios arqueológicos, por sua riqueza paisagística.
Estes magníficos lugares estão repletos de história, cultura e tradição, evidenciando a marca do Mar Mediterrâneo, o que os torna importantes paraísos naturais dotados de paisagens deslumbrantes.

História, cultura e tradição definem estes lugares marcados pelo toque do mar Mediterrâneo. Descobrir estas cidades é conhecer um passado de grande importância, a natureza diversa, os monumentos e os costumes locais.
Valência é uma cidade bonita e moderna, com muito para ver e conhecer. Essencial em uma visita a Valência é conhecer a Cidade das Artes e das Ciências, o bairro Carmen e seus palácios, a Plaza de la Virgen e a Catedral, a Lonja de la Seda e a marina.
Cidade costeira com um clima mediterrâneo quente, Valência conta com praias magníficas, como a Praia de La Devesa (dentro do Parque Natural da Albufera), a praia Terranova e a praia do Racó de Mar e suas dunas com importante flora e fauna.
Múrcia, cidade universitária que preserva vestígios de um grande passado, tem como monumento mais conhecido a Catedral, que é uma referência do barroco espanhol e que, no entanto, se caracteriza pela variedade de outros estilos que reúne.
Outras atrações da cidade são o Palácio Episcopal, o Mosteiro de Santa Clara La Real, as igrejas de San Juan de Dios, San Nicolás e San Miguel, que são exemplos do barroco murciano.
Por sua vez, Cartagena é uma cidade milenar com um extenso patrimônio monumental. O Teatro Romano, o Castelo de la Concepción e a Muralha Púnica são exemplos de um rico patrimônio.
Além de sua herança monumental, Cartagena encanta por sua natureza, como o Parque Regional de Calblanque, entre Cartagena e La Union. A praia de Calblanque, caraterizada pelas salinas brancas e maciços montanhosos que contrastam com o azul do mar, é um lugar de sonho que vale a pena descobrir.
 

As cozinhas destas cidades têm como base fundamental os produtos de excelência do mar e também da terra, como as hortaliças, as frutas e os legumes.
A excelência destes produtos, combinada com a habilidade das mãos que preparam os pratos, tem como resultado uma culinária única e altamente apreciada, baseada na dieta mediterrânea.
Pratos típicos da região de Múrcia são o Caldero del Mar Menor, Zarangollo, Pulpo al Horno, Bacalao con Tomate, Dorada del Mar Menor a la Sal, Cabeza de Cordero al Horno, Michirones, Pisto murciano, Potaje de Acelgas, Conejo Frito con Tomate, Chuletas de Cordero al Ajo Cabañil Arroz Murciano.
Pulpo a la Cartagenera, Ensalada Cantonal, Marineras e Bonito con Tomate são pratos típicos de Cartagena.
A cozinha valenciana é um exemplo claro da dieta mediterrânea e sua especialidade é o ícone da cozinha espanhola: a Paella. Rossejat de Fideos, Arroz con Costra e Olla Valenciana são outros pratos típicos de Valência.
Os doces típicos destas cidades mediterrâneas são os Paparajotes, Cordiales, Huesos de Santo, Monas, Suspiros de Almendra, Arropes, Rolos de San Antón, Tarte Cartagenera e Casinos de Valencia.
No que diz respeito aos vinhos, há o vinho produzido na comunidade murciana, que tem três denominações de origem: Jumilla, Yecla e Bullas, e os vinhos produzidos no Campo de Cartagena. Em Valência há também duas indicações geográficas para o vinho: o Castellón e o Terrerazo, bem como a Horchata, que é uma bebida doce bem conhecida.

Costa Cálida é o nome turístico dos cerca de 250 km da costa mediterrânica da Região de Múrcia.
Valência também foi a capital da extinta região de La Huerta de Valencia.
A Catedral de Múrcia é o principal templo e sede da Diocese de Cartagena.
A “Capilla de los Vélez”, na Catedral de Múrcia, é monumento nacional desde 1928.
Cartagena é a segunda cidade em tamanho da Região de Múrcia.
A fundação de Cartagena remonta a 227 a.C., pelas mãos do general cartaginês Asdrúbal.
Cartagena na época dos romanos era um importante porto do Mar Mediterrâneo.
“La Tomatina” se celebra na cidade de Buñol, Valência, e está classificada como um Festival de Interesse Turístico Internacional.
Os trajes de Valência são baseados nos vestidos das mulheres de Valência nos séculos XVIII e XIX e são utilizados na festa de “Las Fallas”, em Valência, que acontecem de 15 a 19 de março.
O Festival da Primavera é celebrado em Múrcia na semana seguinte à Páscoa e é a mais importante celebração da cidade ao lado da “Feria”.

Catedral de Santa María - Murcia
Teatro Romano - Cartagena
Murcia Cartagena

Conheça os destinos